Inclusão Financeira

01/09/2014 09:02

INCLUSÃO FINANCEIRA PARA MELHORAR A VIDA DAS PESSOAS

            O governo brasileiro vem adotando várias medidas para melhorar a qualidade de vida da população mais pobre, de forma que se reduzam as desigualdades sociais no país. Nos últimos anos, tem sido essencial a busca de mecanismos de inclusão financeira para que a população acesse serviços financeiros adequados às suas necessidades.

            Com a convicção de que um ambiente de relações financeiras sustentáveis e inclusivas é catalisador para o desenvolvimento, o Banco Central do Brasil, no âmbito de sua competência, trabalha de forma integrada com representantes dos segmentos envolvidos com a inclusão financeira no Brasil, tanto do setor público como do setor privado, com participação ativa na construção do marco regulatório.

            Nesse sentido, diversas iniciativas podem ser citadas, como é o caso do modelo de correspondentes, dos mecanismos para bancarização da população e do aperfeiçoamento do marco regulatório do cooperativismo de crédito no país, todos de teor essencialmente inclusivo e estimulante à salutar concorrência no Sistema Financeiro Nacional.

            Os avanços obtidos, principalmente no que diz respeito à estruturação de arcabouço regulamentar, possibilitam ao Banco Central do Brasil buscar horizontes voltados para articulação e coordenação dos atores desse segmento, para que resultados mais promissores sejam alcançados. Essa é a gênese do projeto estratégico Inclusão Financeira. Com o diagnóstico do mercado das micro finanças e da articulação das partes interessadas, objetivo da primeira etapa desse projeto, o desenvolvimento das atividades previstas, por um lado, auxiliará o Banco Central na fixação de objetivos e metas que propiciem a efetiva inclusão financeira da população e, assim, o cumprimento de sua missão institucional; por outro, poderá dinamizar o mercado das micro finanças e inserir novos atores, produtos, serviços e possibilidades nesse campo.

            Esse é mais um passo no longo caminho a seguir para aprimoramento da inclusão financeira neste país e, consequentemente, para mitigação das desigualdades. Trilhar esse caminho é possível, e essa responsabilidade está no rol das atribuições das instituições financeiras, inclusive das Cooperativas de Crédito na qualidade de agentes promotores do desenvolvimento.

Voltar

  

Contato

Cresol Dona Emma

(47) 3364 0035
(47) 3364 0360

Central de Atendimento CresolCard  0800 704 7500

Ouvidoria CRESOL Central Sicoper 0800 648 2300

© 2017 Todos os direitos reservados.